quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Reflexão - 2

Olá Pessoal,
Uma explicaçãozinha rápida sobre o post anterior.... Ele não de minha autoria, mas foi enviado por um amigo para o meu e-mail . Aliás, querido, se você quiser se manifestar por aqui... o espaço de comentários é todo seu...
Abraços a todos...

Reflexão

Quantas vezes você quis gritar e sufocou o seu pranto?

Quantas vezes você quis sair correndo de algum lugar e ficou por educação, respeito ou medo?

Quantos vezes você esqueceu seus problemas e com um sorriso no rosto foi ajudar quem precisava de você?

Quantas vezes tudo o que você desejou era apenas um abraço, um consolo uma palavra amiga e só recebeu ingratidão?

Quantas passos foram necessários para chegar até onde você chegou?

Quantos de seus amigos sabem olhar para você e perceber que você não esta bem? E quantos desses "amigos" realmente se importam em ajudar você?

Criticar é fácil mas usar o seu sapato ninguém quer, vestir suas dores ninguém quer...

...O que posso falar é que você agarre as pessoas que você ama e que te ama também e aproveite a companhia do hoje

...A coisa mais importante que você possui é o dia de hoje, mesmo que esteja espremida entre o ontem e o amanhã deve merecer sua total prioridade...

Eu aprendi que eu não posso exigir o amor de ninguém, posso apenas dar boas razões para que gostem de mim e ter paciência para que a vida faça o resto...

... que não importa quantas certas coisas são importantes pra mim , tem gente que não dá mínima e jamais conseguirei convecê-las

...que posso passar anos construindo uma verdade e destruí-las em apenas alguns segundos

...eu aprendi que posso usar meu charme por apenas 15 minutos, depois disso preciso saber o que estou falando, que posso fazer algo em 1 minuto e ter que responder por isso o resto da vida que por mais que você corte um pão em fatias esse pão continua tendo duas faces, e o mesmo vale pra tudo que cortamos do nosso caminho

...eu aprendi que vai demorar muito para me transformar na pessoa que quero ser e devo ter paciência que posso ir além dos limites que eu próprio me coloquei que eu preciso saber entre controlar meus sentimento ou ser controlado por ele...eu aprendi que os heróis são pessoas que fazem o que acham que deve ser feito naquele momento, independente do medo que sentem

...que perdoar exige muita prática

...que há muita gente que gosta de mim más que não consegue expressar isso...eu aprendi que nos momentos mais difíceis a ajuda veio justamente daquela pessoa que eu achava que iria tentar piorar minha vida: que eu posso ficar furioso tenho direito de me irritar mas não tenho direito de ser cruel, que jamais posso dizer a uma criança que seus sonhos são impossíveis será uma tragédia para o mundo se eu consegui-la convencê-la disso

...eu aprendi que meu amigo vai me machucar de vez em quando e eu tenho que me acostumar com isso que não é o bastante ser perdoado pelos outros, eu preciso me perdoar primeiro

...que não importa o quanto meu coração esteja sofrendo o mundo não vai parar por causa disso ...eu aprendi que as circunstâncias de minha infância são responsáveis pelo que eu sou má não pelas escolhas que eu fiz quando adulto que num abriga eu preciso escolher um lado mesmo não querendo me envolver

... Que quando duas pessoas discutem não quer dizer que elas se odeiam e quando duas pessoas não discutem não significa que elas se amam

...Eu aprendi que a palavra amor perde o seu sentido quando usada sem critério

...que certas pessoas vão embora de qualquer maneira; que é difícil traçar uma linha entre ser gentil e não ferir as pessoas e saber lutar pelas coisas que eu acredito. Se aprendêssemos algumas coisas tudo seria mais fácil...