segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Linha do tempo

Aos oito, seu coração quebrou.
Seu mundo caiu.
Ela se foi.
Para nunca mais voltar.
Separados, só voltaria a ver outro laço de sangue - e de amor - uma década depois.
Aos 21, nossos caminhos se cruzaram.
Páginas de amor – e outras coisas – começaram a ser escritas.
Eu choro.
Em desespero, peço a Ele que me ajude ser luz na vida de quem muito já sofreu.
Peço também que estejamos juntos, até depois do final.


Para você, que eu amo, admiro e respeito.

domingo, 22 de setembro de 2013

Ressurreição

Na linha do tempo, o duelo entre a vida e a morte.
Os avisos do desespero.
Os pedidos por uma ajuda que não depende da nossa vontade, mas da d'Ele.
Os recados de que tudo está quase perdido.
Quase!
Hoje, finalmente, a felicidade e o agradecimento.
A alegria em vê-la viva, alegre, esperançosa.
O reconhecimento de quanto ela é amada por Ele, por nós.

 
Para você, que ama quem eu amo.